Xique-Xique: Seca em ‘cemitério de peixes’ atinge cerca de 2 mil pessoas

A falta de água em uma lagoa de Xique-Xique, no centro norte baiano, atinge cerca de duas mil pessoas. Segundo a TV Oeste, a lagoa Itaparica sofre com uma das mais severas estiagens que atinge o município. Por conta da seca, a lagoa se transformou em um cemitério de peixes e muitos pescadores já abandonaram a atividade. Além da pesca, a criação de outros animais e a agricultura também estão prejudicadas. Há cerca de seis meses não chove em Xique-Xique e a previsão é que só haja precipitações em outubro. Um geólogo ouvido pela reportagem, Railton Barbosa, disse que outros problemas influenciam na estiagem. Ele cita as queimadas, a extração de areia e a pesca predatória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *