Vereador denuncia irregularidades em veículos alugados pela prefeitura de Bom Jesus da Lapa

Os contratos de locação de carros assinados pela a prefeitura de Bom Jesus da Lapa, no oeste baiano, podem ser alvos de investigação por parte do Ministério Público Estadual. Isso porque o vereador Neto Magalhães (DEM) protocolou, na promotoria regional, um requerimento solicitando a intervenção do órgão, a fim de barrar supostas irregularidades.
O parlamentar alega que os veículos não possuem adesivos que os identifiquem como “carro oficial” ou “a serviço do município”, conforme determina a Lei. A ausência de identificação dribla a fiscalização e facilita o uso indevido dos transportes. Há denúncias, inclusive, de que alguns carros são usados para satisfazer interesses particulares de servidores e de pessoas próximas ao prefeito.
No documento, protocolado na última terça-feira (15), o parlamentar sugere que todos os veículos locados pela prefeitura sejam informados e devidamente plotados. “Não é uma exigência minha, e sim o correto a se fazer. Assim, os carros de aluguel são facilmente identificados pelos munícipes e, em caso de irregularidade que coloque em risco a vida ou a integridade alheia ou mesmo se tiver sendo usado fora do expediente, eles possam denunciar. Afinal, o dinheiro sai do bolso do contribuinte”, argumenta.
Para o vereador, essa é uma questão de transparência e de probidade administrativa. “É uma forma de evitar o desvio de dinheiro público, porque se houver algum carro que esteja contratado, mas não presta serviço, descobriremos”.
Ascom Vereador Neto Magalhães

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *