TSE usará horário de Brasília como referência no pleito do próximo ano

Nas eleições do próximo ano, onde teremos a sucessão presidencial, todos os estados iniciarão a votação simultaneamente, tendo como referência o horário de Brasília. A unificação do período de abertura e encerramento das sessões de votação foi anunciada na terça-feira (14), pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Até então, a votação acontecia das 8hs às 17hs e estados com fuso horárido diferente do Distrito Federal começavam uma ou duas horas depois do início da eleição nos demais estados.

O novo formato foi aprovado por unanimidade em sessão administrativa da corte na terça (14). Antes da unificação do horário, o TSE ouviu o Tribunal Regional Eleitoral do Acre, onde a votação terá início às 6hs horário local. Amazônia, Rondônia, Mato Grosso do Sul, Roraima, Mato Grosso e parte do Pará terão a eleição iniciada às 7hs.

Durante a sessão, o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso,  argumentou que o Brasil é um país continental, o que pediria uma uniformização das regras para que haja um processo eleitoral com a maior tranquilidade possível, evitando especulações que a demora na divulgação da totalização dos votos possa trazer. Para a Bahia e demais estados que seguem horário de Brasília, a mudança vai permitir a divulgação da apuração logo após o encerramento da votação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.