TJ fecha comarcas; BB e Receita ameaçam fechar agências. A Bahia está regredindo?

O Tribunal de Justiça da Bahia aprovou nesta semana o fechamento de 16 comarcas. A Receita Federal já anunciou a intenção de trancar agências que tenham menos de cinco funcionários, duas delas são em Valença e Ipiaú. E corre forte pelo interior afora a intenção do Banco do Brasil de fechar agências.

O que está havendo com a Bahia, uma involução na prestação de serviços?

Esta é a sensação que políticos de todos os cantos e matizes, de vereadores a deputados federais e estaduais passam. No TJ, o esperneio foi grande, todos apontando o enorme desserviço que o fechamento de comarcas prestam.

Em Irecê

O deputado federal Raimundo Costa (PL) procurou a Receita Federal e conversou com o secretário adjunto, Marcelo Silva:

— Ele admitiu. Disse que se houver disposição de municípios ou do Estado de manter os serviços, a Receita até topa. Mas bancando as estruturas atuais, não. Passei a bola para os prefeitos e o governo.

Ontem na Assembleia, o deputado Jacó (PT) estava articulando a convocação de uma audiência pública para discutir o caso do Banco do Brasil.

— Só na região de Irecê falam em fechar as agências de Uibaí, Central e João Dourado. Seria uma lástima para todos, do agronegócio aos pequenos produtores, do simples cidadão ao aposentado.

Em síntese, nas três pontas, estamos piorando.

Por-
Levi Vasconcelos é jornalista político, diretor de jornalismo do Bahia.ba e colunista de A Tarde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *