Teixeira de Freitas tem 155 incêndios em vegetação em menos de 3 meses; número é 5 vezes maior que em 2017

ento e cinquenta e cinco incêndios em vegetação foram registrados entre 1º de agosto e 10 de outubro, na cidade de Teidxeira de Freitas, no sul da Bahia. O número é cinco vezes maior que o contabilizado no mesmo período de 2017, quando 27 casos ocorreram.

Segundo o tenente Milton Borges, chefe da seção operaconal do 18º Grupamento de Bombeiros Militares, a principal causa das chamas é a queima proposital para a limpeza de terrenos. “O que está acontecendo é que as pessoas, na prática de limpeza de terrenos, acabam recorrendo às queimadas”, diz o bombeiro.

Tenente dos Bombeiros diz que principal causa dos incêndios é a utilização do fogo na limpeza de terrenos — Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

Ainda segundo o tenente Milton Borges, o clima seco na região também tem contribuído para o numero elevado de queimadas.

“No ano passado, nesta mesma época do ano, foram mais ocorrências de períodos chuvosos, o que ajudou na redução do índice de incêndios em vegetação. Este ano, o período de estiagem foi mais prematuro. No início do mês de agosto já estávamos no período de estiagem, o que culminou com esse aumento nas estatísticas dos incêndios em vegetação”, explica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *