Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade dá continuidade a Operação de Fiscalização durante a piracema, em Barreiras

Durante a última operação, na semana passada, foram apreendidas tarrafas, meia tonelada de redes e cerca de 10 quilos de pescado

A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Barreiras, através das equipes de fiscalização, realizou mais uma Operação de Fiscalização no combate a pesca ilegal realizada no período da piracema, iniciada no dia 1° de novembro e seguirá até o dia 28 de fevereiro de 2022, Lei n° 7.679, de 23 de novembro de 1988.

Durante a operação nos Rios Grande e de Ondas, foram apreendidas 12 redes que estavam armadas em barcos abandonados e apetrechos utilizados pelos pescadores, em quantidade menor que na fiscalização anterior, demostrando que a campanha e operação que combate à pesca ilegal no período da piracema veem trazendo resultados positivos. 

O diretor de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Judson Almeida, explica que outro motivo para a proibição da pesca durante a Piracema é a grande concentração de peixes subindo juntos aos rios e, quando eles estão em cardumes, se tornam presas fáceis de pesca. 

Segundo o secretário da pasta, “a fiscalização no período de defeso é uma medida necessária, e o objetivo é a sustentabilidade da prática da pesca, em que permite que as espécies se reproduzam em volume satisfatório, para manutenção da atividade pesqueira”, explica Demósthenes Júnior.

Dircom/PMB 03.12.2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *