Reino Unido identifica nova variação do coronavírus que se multiplica mais rapidamente

Em meio ao início da vacinação contra Covid-19, o ministro da Saúde do Reino Unido, Matt Hancock, anunciou ao Parlamento britânico que foi identificada no país uma nova cepa do novo coronavírus que se multiplica mais rapidamente. De acordo com Hancock, essa vairante do Sars-CoV-2 poderia estar relacionada à alta de casos no Sudeste da Inglaterra. Organização Mundial da Saúde (OMS) já foi notificada. 

O premiê informou ainda que, embora não haja indicativo de que essa variação do possa agravar o quadro da Covid-19, o númro de casos está “crescendo rapidamente” e mais de mil infectados já foram registrados no Reino Unido em mais de 60 localidades diferentes. 

“Nós identificamos uma nova variante do coronavírus que pode estar associada à disseminação acelerada (da Covid-19) no Sudeste da Inglaterra”, disse Hancock durante reunião com parlamentares. Ele afirmou que o laboratório de Porton Down, vinculado ao Ministério da Defesa britânico, fará testes para avaliar se a nova cepa é resistente a vacinas, mas que essa possibilidade seria “altamente improvável”. 

Ainda segundo o premiê, o governo britânico vai voltar a adotar o regime de lockdown na capital Londres, bem como cidades do entorno. Restaurantes, cafés e pubs serão fechados e empresas deverão adotar o trabalho remoto para todos os serviços não essenciais.

“Não sabemos até que ponto isso (a alta de casos em regiões da Inglaterra) se deve à nova variante, mas, independentemente da causa, precisamos tomar ações decisivas e rápidas que, infelizmente, são absolutamente essenciais para controlar essa doença mortal enquanto executamos a vacinação”

Fonte- O Globo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.