População de Barra será atendida pelo Mutirão de Cirurgias a partir desta sexta-feira

Nesta sexta-feira (22), o Mutirão de Cirurgias chega ao município de Barra, cidade localizada a 657 quilômetros de Salvador, no oeste da Bahia, para atender aos pacientes daquela região e também aqueles que passaram pelas etapas anteriores (Barreiras e Ibotirama), mas que por alguma pendência com os exames solicitados ficaram impedidos de marcar a cirurgia. Além disso, quem não teve a oportunidade de passar pelo atendimento em seu município, mas tem os exames indicando a necessidade de uma das cirurgias realizadas pelo Mutirão (hérnias, vesícula e histerectomia), também poderão comparecer para a triagem que será feita nas unidades móveis que ficarão estacionadas na Praça Barão de Cotegipe.

Vale ressaltar que, para fazer uma das cirurgias oferecidas pelo Mutirão, é necessário ter idade entre 14 e 65 anos. Quem estiver fora dessa faixa etária e necessitar do procedimento, deverá se dirigir à secretaria de saúde do seu município para os devidos encaminhamentos. O atendimento em Barra ocorrerá até sábado (23), com capacidade para atender 180 pacientes por dia, começando às 7h.

O programa

O Mutirão de Cirurgias, que é um programa do Governo do Estado, viabilizado por meio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), vai percorrer todas as regiões de saúde, para contemplar pacientes dos 417 municípios baianos. O atendimento começa com os exames de ultrassonografia, eletrocardiograma, Raio X, passando pela consulta com o cirurgião, saindo com a cirurgia agendada.

Para serem atendidos, os pacientes devem ser cadastrados pelas Secretarias Municipais de Saúde em uma lista única, ou devem ter exames laboratoriais indicando a necessidade de realizar uma das cirurgias oferecidas pelo programa.

No caso de cirurgia de vesícula, os pacientes precisam estar em jejum para a realização do exame de ultrassonografia (USG). Para as mulheres que farão o procedimento de histerectomia, será preciso levar o exame preventivo atual e, se ainda menstruam, devem levar também o exame Beta HCG.

Para saber se a pessoa está cadastrada para passar pela cirurgia, basta consultar a lista única, disponível na internet. O paciente ou responsável também poderá ir até a Secretaria Municipal de Saúde de seu município, para saber se o seu nome consta na lista para a realização do procedimento.

Balanço da triagem de Ibotirama: Durante os dois dias de atendimento em Ibotirama, a equipe do Mutirão de Cirurgias atendeu 335 pessoas e agendou 268 cirurgias, que começarão a ser realizadas no dia 25 de setembro, no Hospital Regional de Ibotirama. Ao receber alta, o paciente recebe todas as medicações necessárias à sua recuperação.

Fonte: Ascom/Sesab

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *