MP apura acusação de gastos indevidos da UPB em evento em resort de luxo

O 5° Encontro de Prefeitos da Bahia realizado em dezembro do ano passado pela União dos Municípios da Bahia [UPB] ainda dá pano para manga. Pelo fato de usar um resort de luxo em Guarajuba, no Litoral Norte – cujas diárias saíam por R$ 1 mil – a UPB recebeu críticas pelo encontro feito em meio à crise financeira. Agora, o Ministério Público da Bahia instaurou um inquérito para apurar a denúncia de gastos indevidos pela UPB no evento, ainda sob gestão da então presidente Maria Quitéria.

MP apura acusação de gastos indevidos da UPB em evento em resort de luxo

Pelo que o Bahia Notícias apurou, a promotora de Justiça Heliete Viana já enviou ofício à UPB, pedindo várias informações. O MP quer saber, por exemplo, quais foram as fontes de financiamento, quantos prefeitos foram ao encontro, se houve custos de inscrição e como se deu o custeio das mesmas, além da programação oficial do evento.

A UPB ainda não se manifestou sobre o ofício. À época do evento, a entidade declarou que o encontro recebeu apoio de diversas entidades públicas e privadas, mas não revelou o custo total do encontro. Em contato com o Bahia Notícias, a ex-presidente Maria Quitéria informou que o evento serviu para orientar novos e atuais prefeitos e não representou custos para os mesmos. No caso das despesas, informa que o encontro foi permitido por “parcerias institucionais, patrocínios, empresas privadas, além de permutas de serviços”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *