Morar de aluguel na cidade de Salvador é barato?

Descubra quais fatores econômicos influenciam a vida na cidade

Em uma pesquisa rápida na internet sobre o investimento necessário para viver na região Nordeste do país, a cidade de Salvador com certeza será citada em as opções apresentadas. E não é por menos, afinal a cidade é a capital do estado do Bahia, é uma das principais atrações turísticas da região e considerada uma das melhores cidades do país para se viver.

Para manter em alta o nível de satisfação da população perante aos requisitos básicos e se destacar nos resultados das pesquisas, existe muito esforço em entregar recursos essenciais para o dia a dia em comunidade.

 Isso envolve áreas como deslocamento, que incluem combustível e meio de transporte; educação, que envolve o número de escolas e profissionais qualificados para realizar o ensino, saúde, com prestação dos serviços básicos, estrutura de postos e hospitais; moradia, em que é levado em conta o valor dos imóveis, condomínio e investimento gasto em manutenção, além do IPTU; alimentação, que inclui o valor da cesta básica na região, custo da refeição em restaurantes e resultado do plantio na região.  Desta forma, soma de todos esses elementos quando comparados com o ganho e o investimento realizado pelos moradores, pode apresentar uma diferença que pode vir a impactar no dia a dia da família e também do empreendedor da região.

Em uma análise sobre o assunto a nível global, que aponta as cidades mais caras do mundo para se viver, Salvador aparece em décima terceira posição em comparativo com as cidades brasileiras que aparecem na listagem realizada pelo Expatistan. Já em estudo realizado no Brasil pelo portal Custo de Vida, a capital baiana na listagem com o segundo maior custo de vida do Nordeste, ficando atrás apenas da cidade de Recife. Em ambos os levantamentos são levados em conta aspectos como alimentação, moradia, lazer e transporte e investimentos realizados por aqueles que consomem os seguintes serviços. Para entender quais são os fatores que influenciam no aspecto econômico quando o assunto é imóveis – a exemplo de casa em condomínio para alugar em Salvador. Confira os tópicos listados a seguir:

Custo de vida na cidade

Para avaliar qual deve ser o investimento necessário para residir ou trabalhar em uma cidade, neste caso Salvador, o primeiro passo é calcular qual é o custo de vida daquela região. Antes de colocar tudo na ponta do lápis vale destacar que este cálculo não se trata de uma ciência exata uma vez que leva em conta diversos aspectos sociais que podem variar de pessoa para pessoa.

 Isso porque cada cidadão apresenta um estilo de vida diferente com suas prioridades, necessidades e personalidades individuais que podem influenciar no resultado desta conta.  Ao pensar em custo de vida, são avaliadas todas as despesas que uma pessoa possui, incluindo os bens consumidores e os serviços utilizados por ela na cidade em que se encontra.

 Desta forma, entra na conta gastos relacionados com casa, alimentação, deslocamento, cuidado com a saúde e formas de entretenimento. Para realizar o cálculo é necessário avaliar as despesas em caráter pessoal e também coletivo, a fim de se estabelecer um comparativo que esteja mais próximo da realidade.

Também vale em conta destacar que outros aspectos podem influenciar nesta avaliação como itens de consumo de caráter particular que vão desde educação particular pessoal ou para os filhos e até mesmo serviço de internet no imóvel. Tudo isso, incluindo itens relacionados a própria economia como inflação e a situação econômica do país.

Investimento X Benefício

Outro ponto fundamental para medir o custo de morar em uma cidade como Salvador é saber analisar o indicador de investimento versus benefício de permanecer na região. Popularmente conhecimento como índice de custo-benefício, este parâmetro utiliza os benefícios apresentados por determinada proposta, neste caso a de se fixar na capital baiana, ao mesmo tempo em que estabelece um comparativo com os aspectos monetários envolvidos na operação, ou seja, o custo necessário para usufruir dos recursos apresentados. Esta metodologia, desenvolvida para aplicação em produtos e serviços, também serve como uma ferramenta de pesquisa de mercado na hora de buscar umaluguel em Salvador, por exemplo. Na prática, isso é mais uma forma a ser utilizada para compreender os aspectos econômicos e sociais envolvidos no consumo realizado por indivíduos em determinada cidade. Para calcular o índice, anote em uma lista todos as características envolvidas na operação que deseja realizar.  Em seguida atribua valores de um a cinco conforme a importância que aquela característica para com a sua aquisição. Feito isso, multiplique os valores daquilo que deseja avaliar. Por fim, basta dividir a nota somada pelo custo necessário para realizar determinada ação, como a compra de uma casa, e terá em mãos um parâmetro para tomar a decisão mais ideal. Para chegar a melhor opção entre todas as avaliadas, basta escolher a de menor valor na soma dos valores.

Qualidade de vida

Ao falar do investimento necessário para viver em uma cidade, não tem como deixar de fora um aspecto muito importante relacionado a qualidade de vida. Quando analisado em conjunto com o custo de vida e a relação entre investimento e benefício, a qualidade de vida pode ser uma característica decisória uma vez que influencia diretamente em diferentes aspectos do dia a dia no espaço urbano. 

Medir a qualidade de vida é levar em conta quais são as características que garantam uma rotina saudável em curto, médio e longo prazo, comparar os dados para com a média percebida para com moradores de diferentes classes, faixas etárias e condições sociais, além de identificar pontos a serem trabalhados e aprimorados para um futuro de qualidade.

 A cidade de Salvador, em um levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por exemplo tem a maior expectativa de vida da região nordeste, ponto de destaque em comparativo com as regiões avaliadas.

Cidades que utilizam estes indicadores para planejar o desenvolvimento de ações nas esferas econômicas, urbanas e ambientais são reconhecidas pelos organismos de pesquisas como cidades inteligentes, uma vez que estão trabalhando para o seu crescimento e também servindo como modelo para outros munícipios que enfrentam desafios semelhantes.

Agora que você sabe quais são os fatores que influenciam o custo da vida na cidade de Salvador, não deixe de compartilhar o artigo para que outras pessoas também possam aprender mais sobre o assunto! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *