‘Minha pré-candidatura é sim pra valer’, diz Ciro diante de polarização de Lula e Bolsonaro

Apesar da crescente cristalização de um cenário polarizado entre Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL) demonstrada nas sondagens eleitorais, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) reforçou seu nome como pré-candidato à Presidência da República.

“Minha pré-candidatura é sim pra valer”, declarou o ex-governador do Ceará, nesta quarta-feira (6), após divulgação das pesquisas PoderData e Genial/Quaest, nas quais o petista lidera a disputa, seguido do atual presidente. Ciro, por sua vez, marca 5% e 6%.

“Não estou nessa porque é fácil, tenho experiência o suficiente pra saber o quão difícil é. Mas também tenho muita humildade pra apostar na inteligência da nossa gente. Então não tem nada que me tire dessa disputa a não ser o povo brasileiro”, afirmou em entrevista ao SBT.

“Eu não quero ser presidente pra repetir o modelo econômico e de governança política que a gente tem visto até hoje. Sinceramente, olha no que deu: todos que governaram o Brasil até hoje saíram desmoralizados ou presos”, pontuou o pré-candidato, segundo o qual, o país só vai fazer as mudanças que precisa se o governo “estabelecer uma cumplicidade com o povo brasileiro”. “Senão o poderoso vai sempre ganhar pelo suborno ou pela pressão”, argumentou.

Conhecido pelo caráter explosivo, Ciro Gomes disse ainda que não quer que o eleitor vote ou deixe de votar por não gostar dele, mas sim, oriente sua escolha a partir das propostas de cada candidato. “A gente tem que obrigar todos os candidatos a fazer um diagnóstico da crise brasileira e a propor”, defendeu o ex-ministro. “Nosso projeto tá aí pra ser aprovado ou criticado”,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.