Mais de 90% dos jovens que cumprem medidas socioeducativas são negros

Pelo menos 90,4% dos jovens que cumprem medidas socioeducativas na Bahia são negros. Os dados constam no relatório divulgado pela Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE-BA) na quinta-feira (25). A pesquisa, com dados de março e abril de 2021, analisou as declarações de cor nas Cases de Camaçari, Feira de Santana e Salvador.

Em Feira, na Case Juiz de Mello Martos, 100% dos jovens em cumprimento de medidas socioeducativa são negros. Já na Case Zilda Arns, na mesma cidade, são 94,4%. Em Salvador, na CIA, este número corresponde a 88%, enquanto em Camaçari, na Case Irmã Dulce, a 82%. De acordo com o material, 8,9% dos adolescentes nestes locais se autodeclaram como brancos.

Em relação à escolaridade dos adolescentes, verificou-se que 94% sequer completou o Ensino Fundamental, dentre os quais apenas alfabetizados ou nem isso. Dos 172 menores infratores que integram estas comunidades, apenas um jovem completou o Ensino Médio. A média de idade desses jovens é de 18 a 20 anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.