FORMOSA DO RIO PRETO=Gestão do abastecimento de água será definida em audiência pública em outubro

O novo modelo de abastecimento de água é uma das principais pautas em Formosa do Rio Preto. Por isso, o prefeito Termosires Neto se reuniu com os representantes da Embasa – superintendente de operações Norte, Raimundo Neto, gerente Francisco José Andrade e gerente de operações Marcos Rogério Moreira da unidade regional de Barreiras e gerente do escritório local de Formosa do Rio Preto, Welton Pereira – em seu gabinete, na manhã desta quarta-feira (30/08). Os vereadores Meletinha, Manuela, Netinho, Zé de Zuza, Rosita, Hermínio e Joilson participaram do encontro a convite de Termosires.

Junto com o chefe do Executivo, os edis fizeram questionamentos e reivindicações em relação ao sistema e ficou definida a realização de uma audiência pública no mês de outubro para que a população apresente as suas propostas. O prefeito elaborará um relatório formalizando as solicitações de melhorias como a ampliação da rede para os bairros desatendidos pela Embasa, troca da tubulação de amianto, mudança do local de captação e ajustes no processo de análise da água. O documento será encaminhado para a gerência regional da Embasa.

“Discutimos os pontos principais e que entendemos serem demandas indispensáveis para a saúde, bem-estar e atividades essenciais da rotina dos cidadãos. Estamos cobrando um serviço de maior qualidade e abrangência, com termos que deverão ser muito bem delimitados com a participação da população, uma marca da nossa gestão que governa para todas as pessoas com responsabilidade e democracia”, comentou Termosires Neto.

Foi o pontapé para a definição sobre o convênio de cooperativismo entre entes federativos, o qual permite que o acordo entre o município e o estado seja rompido a qualquer momento, caso não sejam cumpridas as exigências firmadas. A validade do contrato de concessão de 20 anos que dava à Embasa a gestão do abastecimento de água em Formosa do Rio Preto venceu neste mês, permitindo à administração municipal, com a participação popular, ser mais enfática ao reivindicar a correção dos problemas e melhoria da qualidade do abastecimento de água no município.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *