Estado tem mais de 5,7 milhões de pessoas em situação de extrema pobreza

A Bahia possui mais de 5,7 milhões de pessoas estão cadastradas em situação de extrema pobreza e mais de 600 mil em situação de pobreza, segundo informações do CadÚnico. Os dados são referentes ao mês de fevereiro deste ano e foram divulgados pelo G1.

Entre os municípios baianos, cinco se destacam com maior porcentagem de pessoas em situação de pobreza e extrema pobreza. Em Rodelas, Cairu e Coronel João Sá são mais de 90% do total de inscritos no CadÚnico. Já em Antônio Cardoso e Coração de Maria, mais de 89%.

Salvador

Em Salvador, o número de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza teve um salto de mais de 14% neste ano. Segundo a Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), a capital baiana tinha famílias em situação de extrema pobreza até dezembro de 2021. O crescimento em menos de quatro meses foi de 14,49%.

O mesmo decreto que reajustou os valores das faixas de renda, também definiu que a renda familiar mensal per capita de pessoas, em situação de pobreza, fica entre R$ 105,01 e R$ 210. Nesta faixa, estão atualmente 39.979 famílias soteropolitanas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.