Embasa participa de ação com beneficiários de programa social em Barreiras

Com o objetivo de levar informação sobre a tarifa social para beneficiados pelo programa Auxílio Brasil (antigo Bolsa Família), a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) participou, no final de novembro, de eventos realizados pela Secretaria de Assistência Social e Trabalho da Prefeitura de Barreiras. Na oportunidade, foram realizados 42 novos cadastros da tarifa social de moradores dos bairros como Loteamento Rio Grande, Santa Luzia, Vila Brasil, Vila Dulce, Vila Nova, dentre outros. Direcionada para famílias de baixa renda, a tarifa social, atualmente, tem o valor de R$ 13,40 para o consumo de até 6 metros cúbicos por mês, enquanto que a tarifa residencial normal, o valor é de R$ 32,64 por mês. 

A secretária de Assistência Social e Trabalho de Barreiras, Karlúcia Macêdo, parabenizou a equipe da Embasa por integrar as ações itinerantes dos Centros de Referências da Assistência Social (CRAS), levando atendimento direto à população, principalmente depois do momento difícil de isolamento social provocado pela pandemia da Covid-19. “Além de atualizar o CadÚnico, para garantir a manutenção dos benefícios existentes para a população mais carente, estamos aproveitando a oportunidade para levar informações sobre a tarifa social da Embasa e tirar outras dúvidas sobre os serviços de água e esgotamento sanitário para a população”, afirma. 

Diante do convite para participar do evento do CRAS, o gerente regional da Embasa, Lucas de Moura Araújo, reforça a parceria com o poder público municipal que permite levar a informação correta sobre o cadastramento na tarifa social ao público de beneficiários do Auxílio Brasil. “Conseguimos novos cadastrados e, mais do que isso, abrimos as portas de mais essa parceria com o município para atendimento à população que mais precisa. Durante a pandemia, o Governo do Estado chegou a pagar as contas de quem tinha tarifa social, sendo fundamental que este público tenha água tratada de qualidade com desconto e sem prejudicar tanto a renda familiar”. 

Tarifa social – Para ser enquadrado na tarifa social, os beneficiários do programa “Auxílio Brasil”, o antigo “Bolsa Família”, devem buscar os canais de atendimento da Embasa e apresentar o comprovante do último saque, além de levar cópias e originais do RG, CPF e da conta de água do imóvel. Mesmo que o titular seja beneficiário do Auxílio Brasil, o imóvel precisa atender aos seguintes critérios físicos (verificados em vistoria): área construída menor ou igual a 60 m²; padrão Coelba mono ou bifásico; até o máximo de oito pontos de utilização de água; inexistência de piscina. Informações e cadastramento na tarifa social podem ser solicitados pela agência virtual da Embasa com acesso em: https://agenciavirtual.embasa.ba.gov.br/

Assessoria de Comunicação da Embasa

Unidade Regional de Barreiras (UNB)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.