Em audiência com Dom Josafá, prefeito Zito Barbosa confirma ordem de serviço na comunidade do Cantinho Senhor dos Aflitos

Com a proximidade dos festejos do Padroeiro São João Batista e a Festa no Cantinho Senhor dos Aflitos, o prefeito Zito Barbosa foi recebido pelo Bispo Diocesano de Barreiras Dom Josafá Menezes da Silva e o Padre Verneson Francisco de Souza, Pároco da Catedral São João Batista, na Cúria Diocesana, na tarde de sexta-feira, 05.

Dom Josafá abriu a reunião apresentando ao prefeito sua última obra literária que está em fase de lançamento. O livro apresenta uma radiografia minuciosa da história das paróquias que compõem a Diocese de Barreiras. Em seguida, dialogaram sobre a festa do Padroeiro São João Batista, e Dom Josafá citou que a festividade tem duas dimensões, a religiosa e outra cultural e, que é perfeitamente possível conciliar os dois momentos, respeitando as particularidades.

Outro ponto tratado na audiência foi a urbanização do povoado de Cantinho do Senhor dos Aflitos. A igreja do povoado foi elevada à condição de Santuário Diocesano do Senhor dos Aflitos, no dia 16 de abril de 2016, a teor dos cânones 1230-1234, com todos os direitos e deveres próprios desta condição. Após dialogar com o Bispo e o Pe. Verneson Francisco, que é Reitor do Santuário, sobre a urbanização do povoado, o prefeito Zito Barbosa definiu em comum acordo com os religiosos, sobre o lançamento da obra nessa terça-feira, 09, as 16hs.

A intervenção estrutural se dará por meio do Programa Barreiras Mais Bonita e Mais Humana, com a pavimentação asfáltica nas ruas do povoado e aplicação de bloquetes nos estacionamentos, com previsão de entrega antes da festa no dia 02 de julho. “A Romaria do Senhor dos Aflitos é uma das mais importantes do interior da Bahia. Com a urbanização do povoado proporcionaremos mais qualidade de vida aos moradores e conforto aos romeiros, além de impulsionar o turismo religioso”, afirmou Zito.

Igualmente importante foram os ajustes entre o Prefeito e Dom Josafá, referente a parceria entre a Prefeitura e a Cáritas Diocesana, para iniciar o funcionamento dos projetos Cata-Vento, através dos quais a igreja desenvolve um trabalho de grande relevância social no município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *