Diagnóstico de pessoas com HIV cresce 18% em 4 anos no país, diz relatório

De acordo com o Relatório de Monitoramento Clínico do HIV, lançado na última quinta-feira (23) pelo Ministério da Saúde, estima-se que, em 2016, aproximadamente 830 mil pessoas vivem com HIV no país. Dessas, 694 mil (84%) são diagnosticadas. A fração de pessoas que têm HIV e que sabem que tem o vírus, cresceu 18% no país entre 2012 e 2016. No mesmo período, aumentou em 15% o percentual de pessoas com o vírus e que estão em tratamento.

Nos primeiros seis meses deste ano, o levantamento aponta que quase 35 mil pessoas iniciaram tratamento contra a doença. Em 2016, das pessoas que estavam tomando antirretroviral há pelo menos seis meses, 91% delas alcançaram a supressão viral, quando a carga fica abaixo de mil cópias de vírus para cada miligrama de sangue, um indicador de sucesso porque quanto menor for a quantidade de vírus no organismo, menor é a chance de transmissão. Também caiu o tempo que uma pessoa leva entre o diagnóstico e o início do tratamento: de 161 dias para 42. Até 30 de junho, haviam no país 517 mil pessoas em tratamento antirretroviral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *