Cerimônia transfere sede do Governo para Cachoeira

A cidade de Cachoeira, no Recôncavo baiano, se tornou sede do Governo do Estado, na manhã desta segunda-feira (25), pelo 11º ano consecutivo. A cerimônia tem como objetivo reconhecer a importância do município nas batalhas travadas pela conquista da independência do Brasil, que tiveram início no dia 25 de junho de 1822. O evento histórico resultou na libertação baiana do domínio português, em 2 de Julho do ano seguinte.
Solenidade na Câmara de Vereadores
Representando o Governo do Estado, a secretária de Cultura, Arany Santana, comentou a importância da data. “É uma oportunidade de reforçar a nossa democracia e reafirmar que a independência do Brasil começou aqui com essa batalha. Hoje é dia da Bahia e do Brasil e de todos nós cidadãos buscarmos essa tão sonhada liberdade, fraternidade e igualdade”, afirmou.
Solenidade na Câmara de Vereadores
A cerimônia contou com desfile cívico, honras militares e o ‘Te Deum’, ato religioso em memória aos que lutaram pela independência, na Paróquia Nossa Senhora do Rosário.

Solenidade na Câmara de Vereadores
Muitas crianças e adolescentes participaram da cerimônia de hasteamento da bandeira. A estudante Clara Mendes, de 15 anos, se emocionou durante a execução do Hino ao Dois de Julho. “Foi um momento forte pra mim. Nas aulas de história, a gente aprende sobre os heróis que deram a vida para que nosso país conquistasse a liberdade, mas quando a gente está aqui vivendo essa energia é bem forte”.
Solenidade na Câmara de Vereadores
A dentista Jaqueline Lima levou as duas filhas de Salvador para conhecer a cidade do Recôncavo. “Esse é o berço da independência brasileira, um local histórico. E o dia 25 de junho é uma data histórica que deve ser sempre ser lembrada não apenas por baianos, mas por todos brasileiros. Eu acho que essa transferência simbólica da capital aqui para Cachoeira é uma ideia maravilhosa que ajuda que as novas gerações aprendam mais. Eu trouxe minhas filhas porque considero fundamental que a nossa história seja reconhecida”.

Atendimento à população 

Solenidade na Câmara de Vereadores
Anualmente, uma unidade móvel do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) marca presença no município nesse período. Com o serviço, a população pode emitir documentos como RG, CPF, certidão de antecedentes criminais e recadastramento de pensionistas e aposentados. “Estamos oferecendo atendimento a cerca de 500 pessoas, em dois dias de prestação de serviço”, explicou a coordenadora do serviço itinerante, Neide Barreto.


Repórter: Tácio Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *