CBPM se reúne com reitor da Univasf para discutir novo curso de geologia em Campo Formoso

A Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) recebeu nesta quinta-feira, 28, o reitor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Paulo Fagundes, para discutir o apoio da empresa na implantação de um novo curso de geologia na cidade de Campo Formoso.

O curso já tem liberação para abrir novas vagas. O desafio agora é concluir o prédio onde ele vai ser ministrado. Segundo o reitor, as obras estão paradas por conta dos cortes no orçamento impostos pelo governo federal. 

Uma das saídas levantadas foi procurar apoio das empresas de mineração do estado para a conclusão do prédio. 

Durante a reunião também foram dados novos passos para o desenvolvimento de novos eventos sobre geologia, mineração, inovação e sustentabilidade, a exemplo do I Fórum Regional de Sustentabilidade, Inovação e Desenvolvimento na Mineração, que aconteceu em novembro do ano passado no Complexo Multieventos da Univasf.

Participaram da conversa, além do presidente da CBPM, Antonio Carlos Tramm, e do reitor da Univasf, Paulo Fagundes, o assessor parlamentar Heracles Marconi, e o diretor do WWI no Brasil, Eduardo Athayde.


Assessoria de comunicação – Ascom
Companhia Baiana de Pesquisa Mineral – CBPM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.