Barraco: ex-musa do Bahia é apontada como amante de ex-marido de blogueiraJuliana Feroldi

A blogueira Juliana Feroldi, que em 2018 denunciou o marido, herdeiro de um poderoso grupo do ramo da construção, por agressão, protagonizou um barraco cinematográfico com a ex-musa do Bahia, Carol Muniz.

Juliana decidiu ir ao suposto prédio onde Carol mora, no bairro da Pituba. Na portaria, a loira começou a gritar e proferiu xingamentos contra Carol. Enquanto isso, a modelo fazia provocações nas redes sociais, chamando Juliana de “forasteira de Barreiras”: “Quanto mais você fizer isso, mais eu vou dar para ele”.

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Na frente do prédio residencial, Juliana disparou contra a ex-musa do Bahia e chegou a atirar o próprio veículo na faixada, quebrando o vidro que separava a portaria.

“Você é prostituta, não tem formação, não tem nada. Eu vou te pegar, é uma ameaça […] Não basta pegar o marido, não basta ganhar R$ 1 mil por programa não, tem que ficar provocando […] Prostituta! Tenho dó da sua mãe”.

Foto: Leitor/Bahia.ba

Carol Muniz é ficou conhecida após vazamento de um áudio em que fala sobre uma relação que teria com Marcos Polo Del Nero. No ano passado, em um vídeo em que aparenta estar alterada, ela diz que gostaria de ter relações sexuais com Jair Bolsonaro.

Reprodução: Instagram/ Arquivo Pessoal

A influencer digital Juliana Feroldi, veio a público nesta terça-feira (2), esclarecer a polêmica envolvendo ela, a ex-musa do Bahia, Carol Muniz e o seu ex-marido, herdeiro de um poderoso grupo do ramo da construção.

Juliana acusa Carol Muniz de ser uma garota de programa e afirma que o ex-marido havia contratado os serviços dela por uma noite, mas ao perceber que ela estava fora de si, preferiu deixar a ex-musa do Bahia no hotel, pagar pelo serviço e ir embora.

“Domingo quando acordei essa moça, havia me mandado vários directs, por volta das 5:30 da manhã, disse que estava num motel abandonada, que meu ex havia largado ela lá. Que iria se matar, mandou um print de conversa com o pai despedindo-se dele, falou que faria como o irmão fez, etc… Eu respondi: Mensagem errada! Ela respondeu: Mensagem certa, seu ex me deixou aqui e foi embora. Printei a tela e mandei para ele. Em seguida ele me ligou e disse que contratou os serviços da mesma para um programa, chegando lá no motel a moça estava fora de si, drogada, ele pagou e chamou para irem embora. Ela não aceitou, ele largou ela lá”.

A influencer conta que se desesperou após receber mensagens de Carol em seu perfil no Instagram, que usa como ferramenta de trabalho e pediu ajuda ao ex para que a situação fosse resolvida.

“Perdi meu chão e fui no prédio que achei ser o dela, chutei o portão e gritei varias ofensas, quando eu disse marido dos outros “era me referindo ao trabalho dela de ser Garota de programa e fazer esse mal para as famílias, não falei de mim” o vídeo está cortado”.

Sem sucesso, Juliana decidiu resolver ela mesma a situação indo no prédio de Carol, mas confessa que não agiu de maneira correta. “Estou errada, nada justifica minha atitude. A síndica do prédio errado, se sensibilizou muito, e já está orçando o dano para me passar para que eu pague. Em relação ao prédio onde Carol reside creio que meu ex assuma os prejuízos para da próxima vez ele escolher uma garota de programa discreta e que não queira mídia”, disse a influencer que afirma ter provas de que Carol é uma garota de programa.

O print da conversa com o ex-marido foi divulgado pela própria influencer, como forma de provar o seu discurso de que a ex-musa do Bahia trabalha fazendo programas.

Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

Bahia.BA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *