Bahia mãe faz campanha para comprar lente de R$ 4 mil para filho estudar

m adolescente de 16 anos, que é autista, deixou de frequentar a escola este ano por conta de um problema de visão. Luís Henrique mora em Barreiras, no oeste da Bahia. Ele tem uma doença chamada ceracotone, que afeta o formato e a espessura da córnea, fazendo com que a pessoa enxergue imagens destorcidas. Para voltar a enxergar bem, o adolescente precisa de lentes especiais, que custam R$ 4 mil.

A mãe de Luis, Mariana Oliveira, conta que o problema dele começou com miopia e astigmatismo, há três anos. Ela foi alertada por uma professora do garoto que ele não conseguia ler as orientações no quadro, na sala de aula. A ceracotone foi descoberta já em estágio avançado, o que impediu que ele continuasse os estudos.

“Eu percebi que, mesmo usando óculos, ele não estava conseguindo ler. Então, levei ele em outro oftalmologista. Ele deu o diagnóstico de ceracotone”, relata Maiana Oliveira, mãe de Luis.

Luis Henrique tem 16 anos e tem ceracotone, doença que afeta a visão (Foto: Reprodução/ TV Oeste)Luis Henrique tem 16 anos e tem ceracotone, doença que afeta a visão (Foto: Reprodução/ TV Oeste)

Luis Henrique tem 16 anos e tem ceracotone, doença que afeta a visão (Foto: Reprodução/ TV Oeste)

Antes de ser prescrita a lente específica, os médicos que cuidam de Luis receitaram outras duas, mais baratas, mas ele não se adaptou. “Foi passada uma lente para ele. No caso, duas. Ele passou a usar uma lente em gel por baixo e outra rígida por cima. Só que essas lentes não deram muito certo. Ele não conseguiu se adaptar”, conta Maiana.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *