ACM Neto minimiza impacto da possível presença de Lula na Lavagem do Bonfim: “Não existe mais espaço para eleger poste”

O prefeito ACM Neto (DEM) minimizou a possibilidade de o ex-presidente Lula participar da Lavagem do Bonfim, em janeiro. Segundo o democrata, a presença do petista na Bahia não altera o tabuleiro eleitoral para 2020.

“Não muda nada, não é surpresa o ex-presidente Lula em Salvador, em atos políticos, inclusive pedindo votos contra mim. E ganhei duas eleições. Eleição municipal é municipal. Acabou essa história de que qualquer um de fora chega aqui, bota a mão em um candidato e elege. Inclusive, fiz pesquisas recentemente e uma das coisas avaliadas foram as influências externas. Garanto que com o nível de maturidade do eleitor de Salvador isso não terá nenhuma influência. Como a Festa do Bonfim é o ambiente mais democrático que possa existir, não vejo nada de extraordinário caso ele participe da Lavagem […] Não existe mais espaço no Brasil para eleger poste”, disse, na manhã desta segunda-feira (23), durante a inauguração do complexo de viadutos na Avenida ACM.

Conforme noticiamos, a tradicional lavagem das escadarias da Igreja do Senhor do Bonfim, considerada a segunda maior manifestação popular da Bahia – perdendo apenas para o Carnaval – e tradicionalmente marca o início do calendário político de Salvador, pode contar com a presença do ex-presidente Lula. Ele foi convidado, formalmente, pelo presidente estadual do PT, Éden Valadares.

“A presença de Lula na Bahia é sempre motivo de orgulho para todo povo baiano, e contar com sua participação nesta importante data, ao lado dos companheiros Jaques Wagner e Rui Costa, certamente significará mais ânimo e alegria para nossa militância petista”, afirmou Éden.

Neto também disse que ainda não tem data para enviar a reforma da Previdência municipal à Câmara, mas ressaltou que já começou a conversar com os vereadores. “Vamos aproveitar o mês de janeiro para fazer essas avaliações, já comecei a conversar com os vereadores”, declarou.

Mari Leal e Guilherme Reis

Fonte- Politica Livre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *