Padrasto é preso por estuprar e engravidar enteada de 12 anos em Luis Eduardo Magalhães

Um homem foi preso acusado de abusar sexualmente da enteada hoje com 12 anos em Luis Eduardo Magalhães. A menina, que era molestada desde o mês de janeiro do ano corrente, está grávida de 3 a 4 meses do padrasto, segundo informações divulgadas nesta quinta-feira (17), pelo Conselho Tutelar.

João Carlos Souza da Cruz – Suspeito

João Carlos Souza da Cruz, 31 anos, natural de Xique-Xique/BA região de Irecê, foi detido pela Guarda Civil Municipal e apresentado na Delegacia de Polícia Civil local por volta das 11h40 de hoje.

Segundo informações passadas a nossa reportagem, João Carlos convive com a mãe da garota desde quando a criança tinha 4 anos.

Ainda segundo informações, o homem chegou a registrar a criança como filha.

O Conselho tutelar começou a investigar após denúncia de um vizinho que ouviu a criança gritando “pai para, pai para”. Durante uma paletra sobre estupro de vulnerável a semana passada na escola da vítima, a mesma acabou confessando que está grávida. A professora da mesma acionou o Conselho Tutelar que já vinha investigando o caso.

O homem acusado de estupro de vulnerável foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil local e posteriormente para o Disep – Distrito Integrado De Segurança Publica, onde será ouvido juntamente com a vítima. O Conselho Tutelar está acompanhando o caso e a criança posteriormente terá acompanhamento médido e psicológico.

Alerta para prevenção de abusos sexuais – Conselho Tutelar de LEM

Crianças e adolescentes submetidos a abusos e outras situações de violência costumam dar sinais de que algo não vai bem. “Uma criança muito agitada que fica quieta, por exemplo, ou uma criança quieta que muda de comportamento pode estar sendo vítima. Qualquer mudança na conduta da criança deve ser olhada com cuidado pela família e pelos educadores”.

Pais e outros adultos devem orientar crianças e adolescentes a se protegerem de pessoas com comportamento suspeito. “Valem os velhos conselhos de não se aproximar de adultos desconhecidos e estranhar excesso de carinho de tios, padastro, primos, vizinhos. Essas situações devem ser relatadas para os pais, pois eles é quem podem avaliar se é saudável ou não” segundo o Conselho Tutelar.

Lembrando que os abusadores costumam seduzir as vítimas com presentes e gentilezas. “Qualquer situação assim deve ser relatada” afirma.

Blogbraga/Reportagem: Elvis Araújo

One thought on “Padrasto é preso por estuprar e engravidar enteada de 12 anos em Luis Eduardo Magalhães

  • março 17, 2019 at 8:41 pm
    Permalink

    Depois vem aquela ministra e o ser na presidência, dizer que educação sexual nas escolas tem que acabar ! Pois é justamente essa educação sexual, que faz com que crianças entendam que determinados “carinhos e toques” por parte de adultos não são normais. E aí relatam para algum educador. Porque o conselho tutelar após denúncia do vizinho ficou “acompanhando”? Esperou engravidar? E porquê nossa ministra da família, não tem exigido leis e penas mais rigorosas para esses casos, ao invés de se preocupar com gênero?

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *