NO CEMITÉRIO DE BARREIRINHAS, DROGADOS DEPREDAM E PROFANAM TÚMULOS. POPULAÇÃO PEDE PROVIDÊNCIAS

O Mural do Oeste, recebeu diversas reclamações de moradores sobre a situação de abandono do cemitério de Barreirinhas. O lugar onde estão guardadas memórias de entes queridos de famílias tradicionais do bairro, o Cemitério São Sebastião, está sendo assolado por uma grande onda de vandalismo. O Mural esteve no local constatou que viciados em drogas estão usando o campo santo como ponto de moradia e de consumo. Adornos em alumínio, bronze ou outros tipos de metal foram saqueados, as peças desapareceram, uma grande quantidade de túmulos estão revirados, alguns expondo restos mortais. Latas de refrigerantes transformadas em cachimbos e vidros contendo bebidas alcoólicas  estão por toda parte.

“Eu só vou ao cemitério quando tem algum enterro, com muita gente, pois tenho medo de ser atacada pelos drogados. A situação ali está perigosa”, explica Maria Salete Alves, moradora do Bairro São Pedro. “Quero fazer aqui um apelo as autoridades municipais e a polícia para que tomem providências com relação a este caso, pois não temos mais nem mesmo o direito de visita aos túmulos dos nossos entes queridos. De quem é a responsabilidade?” interroga dona Quitéria França, moradora em Barreirinhas. Com a palavra as autoridades competentes de Barreiras!

 

mural do oeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *