Líder de organização criminosa é preso em Campinas de Pirajá

Gerente de uma organização criminosa que controla o tráfico de drogas na região de São Sebastião do Passé, o traficante Marílio dos Santos, de 28 anos, foi apresentado à imprensa, na tarde desta sexta-feira (10), pelo delegado Nilton Tormes, titular da 4ª Delegacia Territorial (DT/São Caetano), cuja equipe efetuou sua prisão, em Campinas do Pirajá.

Ação de policiais da 4ª Delegacia Territorial prendeu também os dois comparsas que estavam com ele e apreendeu quase seis quilos de maconha
Outros dois comparsas dele também foram apresentados. Tratam-se do assaltante de banco, José Cláudio Mota dos Santos, o “Dinho Pivete”, 42, que possuía um mandado de prisão em aberto, e do segurança de Marílio, Paulo Sérgio Conceição dos Santos Ferreira, 20. Os três estavam num carro, em Campinas do Pirajá, quando os policiais da 4ª DT fizeram a abordagem, encontrando, com eles, quase seis quilos de maconha.

De acordo com o delegado Nilton Tormes, o traficante estava fazendo uma entrega de drogas em Campinas do Pirajá, cujo tráfico também é controlado pela mesma facção dele, quando foi surpreendido pelos policiais. “O Depom, que coordena todas as delegacias de Salvador e Região Metropolitana, tem acompanhado a movimentação dessa organização criminosa em toda a região, o que acaba resultando em prisões como a de hoje”, disse o delegado.

O delegado da 4ª DT disse também que, com essas prisões, o trabalho de investigação das delegacias do Depom vai redobrar, pois já teria recebido informes de que Marílio estaria envolvido em homicídios ocorridos no fim de semana em Itaparica. “Marílio já cumpriu pena no Presídio Federal de Segurança Máxima, em Serrinha, e age com mão de ferro nos negócios”, salientou Tormes.

Segundo ele, o carro que o trio estava usando na tarde desta sexta-feira, um Volkswagen Up, havia sido locado há dois anos da Unidas, empresa de locação de veículos, e já dado como desaparecido, confirmou a empresa, contatada pela delegacia. O carro foi apreendido. “O mais provável é que Marílio ou alguém da facção tenha alugado o carro utilizando um nome falso. Vamos investigar isso também”, garantiu o delegado.

Autuados por tráfico drogas pelo delegado Nilton Tormes, Marílio, Dinho Pivete e Paulo Sérgio serão encaminhados ao sistema prisional. A droga, que estava acondicionada em dois sacos e embalada num tablete, e o automóvel apreendidos serão encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para perícia.

sspba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *