Jeremoabo: Mãe é presa suspeita de fazer ‘festas’ para que filhas fossem estupradas

Uma mulher foi presa em Jeremoabo, nordeste baiano, por deixar que duas filhas, de 12 e 13 anos, fossem estupradas pelo companheiro dela e por um primo dele. Os dois homens – identificados como Adriano Santos Nascimento, companheiro da acusada, e Benival Santos Ferreira – também foram detidos. Conforme o delegado Ailton José de Souza, que apura o caso, a acusada, Bernadete Alves de Menezes, também promovia festas na casa onde moravam, com bebida alcóolica, e deixavam as filhas expostas para que os acusados abusassem das vítimas. Ainda segundo a Polícia Civil, as investigações revelaram que as duas garotas eram estupradas desde 2015 pela dupla. Autuados por estupro de vulnerável, pela Lei Maria da Penha e pelo Estatuto da Criança e Adolescente, Adriano, Benival e Bernadete foram encaminhados ao Presídio de Paulo Afonso. As duas adolescentes foram encaminhadas ao Conselho Tutelar de Jeremoabo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.