Feira de Santana: Conselhos tutelares acompanham casos de jovens com jogo Baleia Azul

Diretores de escolas de Feira de Santana buscam apoio de conselhos tutelares para acompanhar casos de crianças, e principalmente de adolescentes, seduzidos pelo jogo Baleia Azul. Segundo o Acorda Cidade, um caso do jogo foi comunicado ao Conselho Tutelar 2 pela diretora de uma escola do Município. Conforme um integrante do conselho tutelar 2, Antonio Costa Cordeiro, uma garota de 15 anos, ao cumprir uma das primeiras etapas do jogo, se cortou, no braço, com uma lâmina de aço.

Ainda segundo relato, a menina contou que foi convidada por uma colega para entrar no jogo, através de um grupo em rede social. A partir daí, eram deliberadas tarefas para que ela começasse a se riscar e postar fotos.  Segundo Cordeiro, uma das instruções do jogo pede que os jovens passem dias e mais dias sem se comunicar, principalmente com os familiares.

O caso da garota é investigado e foi encaminhado para o Creas [Centro de Referência Especializado de Assistência Social] para que psicólogos, assistentes sociais consigam tirar mais informações e encaminhar o caso para a polícia. A adolescente citada já vinha, desde o ano passado, um pouco distante dos colegas e da situação escolar. Segundo o diretor do Conselho Tutelar 2, a mãe da menina não sabia do envolvimento dela com o jogo e os familiares foram os últimos a saber da situação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *