Cenário de destruição em área de preservação ambiental atingida por incêndio na BA; fogo chega a 20 km

Incêndio iniciado na quarta-feira (25) em uma área de preservação ambiental na zona rural do município de Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia, já se espalhou por cerca de 20 quilômetros de extensão, destruindo grande parte da vegetação nativa do cerrado. Imagens gravadas nesta sexta-feira (27) pelo Corpo de Bombeiros mostram o cenário de destruição deixado pelo fogo no local.

Reservas florestais de, ao menos, quatro fazendas da comunidade da Muriçoca foram atingidas. A mata ciliar de um rio que corta a região foi praticamente destruída. Os bombeiros atuam na região com o apoio de brigadistas voluntários das fazendas e de dois aviões agrícolas, usados para jogar água sobre as chamas. O vento dificulta os trabalhos, já que ajuda o fogo a se alastrar. Além disso, há focos em áreas de difícil acesso.

Mata ciliar de um rio que corta o local foi praticamente destruída por chamas (Foto: Reprodução/TV Oeste)Mata ciliar de um rio que corta o local foi praticamente destruída por chamas (Foto: Reprodução/TV Oeste)

Mata ciliar de um rio que corta o local foi praticamente destruída por chamas (Foto: Reprodução/TV Oeste)

As chamas tiveram início por volta das 11h da quarta e, até por volta das 14h desta sexta, ainda não tinha sido controlado. Os bombeiros informaram que uma perícia será realizada para se ter a dimensão exata da área afetada e também apontar as causas do incêndio. A suspeita, no entanto, é de que o fogo tenha iniciado com o trabalho de limpeza de um terreno feito por um morador.

“A gente pediu ajuda para os bombeiros, através de uma rede social, e estamos tentanto, mas está difícil, muito difícil”, diz o agricultor Marco Ferreira, um dos que tiveram fazendas atingidas e que tentam controlar as chamas junto com os bombeiros.

O também agricultor Elcio Baumann diz que a última queimada no local ocorreu há seis anos. “A gente sempre vem cuidando para evitar focos de incêndio. Mas quando acontece um acidente desse, o fogo vem de longe e a gente não consegue ter o controle que a gente desejaria ter”, lamenta.

Imagens divulgadas pelos bombeiros mostram cenário de destruíção em Luís Eduardo Magalhães (Foto: Reprodução/TV Oeste )Imagens divulgadas pelos bombeiros mostram cenário de destruíção em Luís Eduardo Magalhães (Foto: Reprodução/TV Oeste )

Imagens divulgadas pelos bombeiros mostram cenário de destruíção em Luís Eduardo Magalhães (Foto: Reprodução/TV Oeste )

Ações

A Secretaria do Meio Ambiente (Sema) informou que as operações de combate aos incêndios florestais foram intensificadas no oeste da Bahia nos últimos dias.

As ações são realizadas pelo Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA), que atua no Programa Bahia Sem Fogo, coordenado pela Sema e pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), com participação das brigadas voluntárias.

G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.