Acusado de matar criança e incriminar outra pessoa é preso em Jequié

Um homem foi preso no município de Jequié, no sudoeste da Bahia, depois de passar oito meses foragido. Ele teria efetuado disparos em uma festa, que atingiram e mataram uma criança de 10 anos. No momento do crime, que aconteceu em agosto de 2017, ele e um comparsa fizeram as pessoas que estavam na festa acreditarem que um terceiro homem havia atirado na criança e mataram a pauladas o suspeito que eles mesmos incriminaram.

Segundo informações da Polícia Civil, Marcos Silva Barbosa, conhecido como “Corote”, se escondia na cidade de São Paulo e havia voltado para Jequié dias antes de ser capturado, na segunda-feira (7). Ele e o comparsa, Jeferson Silva Oliveira, são acusados de matar Samuel dos Santos Barbosa e a criança de 10 anos, em uma briga em uma festa de paredão. De acordo com informações da polícia, Marcos e Jeferson atiraram diversas vezes contra Samuel, e um dos tiros atingiu a criança, que morreu na hora.

Quando a munição acabou, a dupla passou a agredir Samuel a pauladas. A dupla fez com que as pessoas acreditassem que Samuel tinha baleado a criança e, por isso, mataram o homem a pauladas. A suspeita, no entanto, foi descartada pele polícia, já que Samuel não tinha uma arma. De acordo com o G1, na época, Jeferson chegou a ser preso em flagrante e confessou ter matado Samuel por causa de uma discussão, junto com Marcos, mas foi liberado pela polícia em janeiro deste ano e morto no mesmo mês. A polícia acredita que o assassinato aconteceu por retaliação, após Jeferson ter confessado o crime e dedurado Marcos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *